otimizacao de motores de busca seo

SEO: Como melhorar o posicionamento do seu site

O SEO é, sem dúvidas, uma das partes mais importantes do desenvolvimento de um site. O SEO (search engine optimization, em português: otimização de motores de busca) é o responsável  pelo posicionamento – ou não – do seu site nos motores de busca.

Um site com um SEO bem feito poderá alcançar o tão sonhado primeiro lugar nas pesquisa do Google, mas há muito chão para percorrer até lá. E vamos lhe dar mais um motivo para conquistar a primeira posição: o primeiro colocado tem em média 200% mais cliques que o segundo colocado, veja o gráfico abaixo.

grafico de cloques primeiro colocado

O SEO é um conjunto de técnicas e fatores, tanto internos quanto externos, que influenciam na posição em que seu site aparecerá durante as pesquisas. Essas técnicas podem ser usadas diretamente em seu site (fatores internos) ou em outros sites, no caso da autoridade de domínio, (fatores externos).

No caso das técnicas internas, todas podem ser aplicadas facilmente em seu site; já as técnicas externas podem ser um trabalho de anos de dedicação para adquirir um bom nível de autoridade de domínio (nível que varia de 1 a 100; quanto, maior melhor), para se ter ideia, o tão famoso Google tem “””””””apenas“”””””” 94 de autoridade de domínio .

Vale lembrar que são cerca de 200 fatores que definem o posicionamento do seu site nas pesquisas, e eles podem variar de acordo com o buscador em questão. Aqui abordaremos os mais comuns, já que nem ao menos conhecemos todos os 200 =(

Neste artigo, você aprenderá:

  • Técnicas internas
  • Técnicas externas
  • Fatores que prejudicam o posicionamento

Técnicas internas

Essa é a parte que depende mais de você e de seu servidor. Dentre as principais técnicas para otimizar o posicionamento do seu site estão:

  1. TAG: muito ainda se fala sobre a necessidade delas para que um site apareça no Google. Ao que parece, elas não são mais um fator tão relevante para que um site apareça no Google, mas ainda é útil em outros buscadores, como o Bing.
    As tags são as palavras-chave da página, inseridas em HTML através da seguinte linha:
    <meta name=”keywords” content=”TAG1, TAG2, TAG3″>
    Uma boa dica é ir colocando as palavras-chave ao longo do conteúdo e repetindo-as, mas sem que fique algo repetitivo, abusar dessa repetição das tags pode prejudicar o seu posicionamento.
  2. DESCRIÇÃO: a descrição de cada página deve ser adicionada ao código para que seja exibida na pesquisa logo abaixo do título da página e da URL. A descrição é inserida no HTML através da seguinte linha:
    <meta name=”description” content=”Aqui vai a sua descrição”>
  3. TEXTO ALTERNATIVO (ALT TEXT): os motores de busca também dão uma boa atenção para as páginas que se dão ao trabalho de adicionar textos alternativos às imagens. Esses textos alternativos são exibidos caso o usuário não consiga carregar a página por inteiro, dessa forma o texto alternativo aparece no lugar da imagem. É interessante que o texto alternativo seja algo relacionado com a imagem, para facilitar o entendimento do usuário. Os textos alternativos podem ser inseridos da seguinte forma:
    <img src=”imagem.abc” alt=”Texto alternativo aqui”>
  4. PERFORMANCE: o ditado “tempo é dinheiro” se aplica perfeitamente aqui. Pesquisas apontam que os usuários aguardam o carregamento de uma página, em média, por até 3 segundos, passado esse tempo a chance de ele continuar aguardando cai pela metade. Por isso, é extremamente recomendável uma hospedagem de qualidade aliada a uma boa otimização do seu site. Para isso, recomendamos que contrate uma hospedagem com a CloudBrain, que tornará seu site bem mais rápido com hospedagem SSD e localizada no Brasil. As dicas principais para tornar seu site mais rápido são: ter uma boa hospedagem, otimizar as imagens, reduzir arquivos CSS/HTML/JS/JSON e usar uma CDN, como o CloudFlare. Para saber mais sobre otimização de performance, clique aqui.
  5. PERFORMANCE EM MOBILE: um dos fatores de posicionamento do Google é o quão otimizado o seu site é para abrir em um dispositivo móvel (como tablets e celulares). A dica principal aqui é apostar na responsividade e leveza do seu site, trabalhando estes pontos o máximo possível.
  6. USAR UM CERTIFICADO SSL: além de transmitir mais segurança para seus visitantes, o certificado é um dos fatores de posicionamento mais importantes. Se você ainda não tem um certificado, corra para adquirir um ou solicite uma hospedagem na CloudBrain, que oferece este adicional gratuitamente para todos os clientes.

Técnica externa

A técnica externa é a Autoridade de domínio, que consiste, basicamente, no quão compartilhado o seu site é. Essa métrica define a importância de um domínio de acordo com os links que apontam para ele, em quantidade e em relevância. Aqui, tanto a quantidade quanto a qualidade dos links são importantes. A quantidade de links não deve se sobrepor à qualidade, mas quanto mais links de qualidade apontando para seu site, melhor.

O conceito de autoridade de domínio foi criado pela MOZ, e é um dos principais fatores que influenciam no posicionamento. Infelizmente, é difícil definir a DA de uma forma específica. O Moz diz apenas que ela é “baseada em dados do índice web Mozscape”. Segundo a Moz, existem mais de 40 fatores diferentes que determinam o seu nível de autoridade de domínio, mas podemos deixar aqui alguns dos principais.

  • Idade do domínio
  • Reputação do site
  • Links que apontam para o site
  • Qualidade dos Inbound Links
  • Diversidade de links
  • Padrão temporal
  • Análise distributiva

Há também este gráfico:

grafico autoridade de dominio

Azul: Qualidade/diversidade de link
Vermelho: Número de links
Laranja: Menções em mídias sociais
Verde: Idade do domínio
Roxo: Volume de buscas da marca

Fatores que prejudicam seu site

  • INTERFACE “INIMIGA”: como pode ser observado neste site, o conteúdo é altamente agressivo, provocando cansaço na visão do usuário além da quase total ilegibilidade do conteúdo. Isso, obviamente, não é o tipo de conteúdo que um usuário quer ver, principalmente em dispositivos móveis; por conta disso, a interface de seu site deve ser o mais amigável e responsiva possível.
  • MÁ ORGANIZAÇÃO DO CONTEÚDO: o Google e os usuários estão interessados em conteúdo que seja simples, direto e organizado. Confira um péssimo exemplo de um site que parece estagnado em 2001 clicando aqui. A falta de objetividade e praticidade no uso de seu site também é um fator muito importante para seu posicionamento no Google.
  • CONTEÚDO DUPLICADO: o Google não é bobo e constantemente faz “varreduras” em todos os sites que se permitem indexar nos buscadores. Nessas verificações regulares, ele verifica duplicatas e toma medidas para evitar a duplicação de índices, nem é preciso dizer que os sites que possuem conteúdo duplicado sofrem as consequências dessa cópia.
  • LINKS QUEBRADOS: se em seu site existem links quebrados (que não levam a lugar algum), trate de consertá-los o quanto antes. Os usuários ficarão intrigados ao tentar uma página de seu interesse mas que… não existe, além disso fazer com que você “perca pontos” para seu posicionamento.
  • LINKS CONFUSOS: os URLs também são muito importantes, por isso é necessário que eles sejam objetivos e claros. Por exemplo, https://smmart.com.br/blog/18756 é um péssimo URL para seu artigo; enquanto o https://smmart.com.br/blog/seo-melhorar-posicionamento-do-site é muito melhor e mais intuitivo.

Links úteis

Para verificar sua autoridade de domínio, acesse este link.

Para ver a velocidade de seu site e melhorias possíveis, clique aqui.

Para ver o que pode ser melhorado em seu SEO, clique aqui.

Para contratar aquela hospedagem supimpa, ou testar por 30 dias grátis, acesse o site da CloudBrain.

Empreendedor, estudante de Marketing e apaixonado por filmes, séries e todos os campos da informática.
Post criado 10

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo