Apache vs LiteSpeed


Se você tem um site (ou está começando um), provavelmente foi atingido pelas dúvidas: Devo escolher Apache ou LiteSpeed? Compensa pagar a licença do LiteSpeed ou devo continuar com o queridinho, e gratuito, Apache?

Recentemente, tomamos uma grande decisão e fizemos um upgrade nos servidores da CloudBrain, e passamos a utilizar o LiteSpeed WebServer; justamente visando a redução carga no servidor, amplamente divulgada pelo site da LiteSpeed. Mas o que exatamente isso trás de diferente? Continue por aqui para conferir.

Apache

apache logo png

Desenvolvido em 1995, o Apache foi criado por um pequeno grupo de entusiastas, que tinha como objetivo utilizar a ferramenta para a criação de seus próprios sites. Porém, o projeto cresceu, e hoje o Apache é o Web Server mais utilizado no mundo. Em 2010, cerca de 54% de todos os sites utilizavam o Apache. Muito disso se deve por ele ser muito flexível, versátil e totalmente grátis; além de seu pacote estar pré-instalado em grande parte das distribuições Linux.

LiteSpeed

litespeed logo png

Já de forma simples e objetiva, o LiteSpeed trás em seu nome um trocadilho com sua proposta, fazendo menção à velocidade da luz com o “Lite” remetendo à leveza e o “Speed” à velocidade; já indicando sua alta performance sem sacrifício de hardware.

Sendo o quarto mais popular Web Server, o é utilizado por cerca de 3,5% dos sites. Foi lançado oficialmente em 2003, e tem como principal proposta a redução da carga do servidor e o maior performance, oferecendo uma leitura e execução mais rápida dos arquivos PHP. Diferentemente do Apache, o LiteSpeed não é gratuito, o que influencia diretamente em sua baixa porcentagem de uso. Há também o OpenLiteSpeed, uma proposta gratuita e de código aberto.

O que mudou?

Assim que implementamos o LiteSpeed Web Server, foi possível notar uma queda significativa na carga média do servidor, cerca de 66%. Adicionalmente, os sites em si tornaram-se mais rápidos em seu carregamento, principalmente por conta na redução do tempo necessário para o servidor executar os arquivos PHP .

Essa grande redução da carga permite, entre outras coisas, a maior eficiência no carregamento das páginas, um maior número de processos simultâneos e um maior número de visitantes na página, quesito no qual o Apache perde alguns pontos, visto que há uma decadência na performance caso ocorra um grande número de acessos.

comparativo ram

Na imagem acima, é possível notar que o Apache pode consumir até, aproximadamente, 5 vezes mais memória RAM que o LiteSpeed, mesmo com o número de conexões sendo igual.

Além disso, há um plugin no cPanel, que oferece um poderoso sistema de cache (que ajuda a tornar o carregamento das páginas ainda mais efetivo. Nessa mesma seção, há um sistema de Cache específico para WordPress, aumentando ainda mais a performance de seu CMS. Confira alguns resultados:

comparativo de cache

Por que escolher o LiteSpeed?

  • O ganho de desempenho e economia de hardware é realmente considerável, o que é o principal atrativo da ferramenta;
  • Ele pode substituir totalmente o Apache;
  • Integrado ao ModSecurity, a segurança de seu servidor também é aumentada;
  • Com a redução do uso de hardware, é possível economizar nesse quesito;
  • Maior velocidade na reprodução dos arquivos PHP.

Conclusão

Embora tenha um preço “salgado”, o LiteSpeed acaba compensando seu valor devido aos vários benefícios que oferece. Além disso, há possibilidade de economizar com hardware e mesmo assim ter uma alta performance.

A ferramenta é ainda mais recomendada para sites que possuem muito tráfego, uma vez que o LiteSpeed lida com um alto alto melhor que o Apache (que pode ter perda de desempenho).

Se você está interessado no LiteSpeed e quer uma hospedagem para seu site, clique aqui. Teste nossos serviços gratuitamente por 30 dias. O LS está incluso no serviço sem nenhum custo adicional.

Deixe uma resposta